O quadro para os representantes paranaenses no Senado Federal mudou radicalmente: Oriovisto Guimarães (PODE) recebeu 2.957.239 votos (29,17%) e Flávio Arns (REDE) conquistou 2.331.740 (23,00%) de eleitores. Roberto Requião (MDB), atual senador da república, não conseguiu a reeleição e somou 15,08% (1.528.291); seguido por Alex Canziani (PTB) 12,87% (1.304.719); Mirian Gonçalves (PT) 5,92% (599.953); Beto Richa (PSDB) 3,73% (377.872); Nelton Friedrich (PDT) 2,66% (269.254); Rodrigo Reis (PRTB) 2,40%; Luiz Adão (DC) 0,86% (87.438); Jacqueline Parmigiani (PSOL) 0,76%; (77.450); Roselaine Barroso (PATRI) 0,48% (49.037); Rodrigo Tomazini (PSOL) 0,35% (35.233); e por fim, Gilson Mezarobba (PCO) 0,11% (10.840).

Brancos” somam 5,54% (366.334); “Nulos” 8,32% (550.549); Anulados 5,26% (347.996); por fim, total de votos válidos: 5.352.022 (80,88%), votos apurados 7.968.409 e abstenções somam 1.351.508 (16,96%).

Com informações do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná.

Reportagem: Pedro Lima.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.