Ibope divulgou, nesta terça-feira (23), o resultado da pesquisa mais recente do instituto sobre o segundo turno da eleição para o governo do Distrito Federal.

O levantamento foi realizado entre sábado (20) e segunda (22), e tem margem de erro de 3 pontos, para mais ou para menos.

Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes:

  • Ibaneis Rocha (MDB): 75%

  • Rodrigo Rollemberg (PSB): 25%

No levantamento anterior, os candidatos tinham os mesmos percentuais de votos.

Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

Votos totais

Nos votos totais, os resultados foram os seguintes:

  • Ibaneis Rocha (MDB): 66%

  • Rodrigo Rollemberg (PSB): 22%

  • Em branco/nulo: 9%

  • Não sabe: 3%

Rejeição

A pesquisa também apontou o potencial de voto e rejeição para o governo do Distrito Federal. O Ibope perguntou: “Para cada um dos candidatos a governador do Distrito Federal que eu citar, gostaria que o(a) sr(a) dissesse qual destas frases melhor descreve a sua opinião sobre ele”?

Ibaneis Rocha

  • Com certeza votaria nele para governador – 49%

  • Poderia votar nele para governador – 18%

  • Não votaria nele de jeito nenhum – 16%

  • Não o conhece o suficiente para opinar – 17%

  • Não sabem ou preferem não opinar – 1%

Rodrigo Rollemberg

  • Com certeza votaria nele para governador – 14%

  • Poderia votar nele para governador – 15%

  • Não votaria nele de jeito nenhum – 59%

  • Não o conhece o suficiente para opinar – 10%

  • Não sabem ou preferem não opinar – 2%

Decisão do voto

A pesquisa também apontou qual o grau de decisão em relação ao voto:

Ibaneis Rocha

  • É uma decisão definitiva, que não mudará de jeito nenhum: 54%

  • É uma decisão firme, mas que poderá mudar no decorrer da campanha: 15%

  • É uma escolha do atual momento, que durante a campanha poderá mudar: 15%

  • É apenas uma preferência inicial: 13%

  • Não sabe/Não respondeu: 4%

Rodrigo Rollemberg

  • É uma decisão definitiva, que não mudará de jeito nenhum: 55%

  • É uma decisão firme, mas que poderá mudar no decorrer da campanha: 15%

  • É uma escolha do atual momento, que durante a campanha poderá mudar: 15%

  • É apenas uma preferência inicial: 11%

  • Não sabe/Não respondeu: 4%

Branco/Nulo

  • É uma decisão definitiva, que não mudará de jeito nenhum: 63%

  • É uma decisão firme, mas que poderá mudar no decorrer da campanha: 7%

  • É uma escolha do atual momento, que durante a campanha poderá mudar: 13%

  • É apenas uma preferência inicial: 10%

  • Não sabe/Não respondeu: 8%

Sobre a pesquisa

  • Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos

  • Entrevistados: 1.204 eleitores

  • Quando a pesquisa foi feita: 20 a 22 de outubro

  • Registro no TRE: DF-03727/2018

  • Registro no TSE: BR‐00628/2018

  • Nível de confiança: 95%

  • Contratante da pesquisa: TV Globo

  • nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 3 pontos, para mais ou para menos.

Reportagem: G1.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.