A disputa pela presidência e vice-presidência da Ordem dos Advogados do Paraná terá, neste ano, duas chapas inscritas: XI de Agosto e Algo Novo na Advocacia Paranaense. Cada chapa apresentará candidatos a presidente, vice-presidente, secretário-geral, secretário-geral adjunto, tesoureiro, membros titulares e suplentes do Conselho Seccional, membros titulares e suplentes do Conselho Federal e diretoria da Caixa de Assistência dos Advogados.

Segundo informa a comunicação da OAB-PR, as eleições ocorrerão no dia 22 de novembro, na Expo Renaut – Parque Barigui. Na última segunda-feira (22), a chapa XI de Agosto, indicada da atual administração, protocolou a lista de integrantes. “Nossa chapa vai lutar pela valorização da advocacia. Eu tenho uma história de luta pelas prerrogativas profissionais. Em toda a minha trajetória de dirigente classista, sempre me dediquei a isso. Nós vamos lutar muito pela recuperação dos espaços da advocacia, pelo fortalecimento da nossa classe, pela valorização da advocacia perante à sociedade, pela proteção intransigente dos direitos e garantias fundamentais, da legalidade, da Constituição”, declarou o candidato à presidência da OAB Paraná Cassio Telles. “Nosso lema é mais dignidade e mais respeito à advocacia. A chapa XI de Agosto tem um histórico de excelentes serviços prestados à advocacia. A OAB Paraná é reconhecida como uma das melhores do Brasil, sempre independente e tem a ESA, a Caixa e as comissões com destaque nacional”, concluiu.

Ontem, dia (23), a chapa Algo Novo na OAB fez o protocolo da candidatura. “Hoje pela manhã, um colega me passou uma frase de um grande pensador que diz que ‘se você quer fazer algo novo, deixe de fazer o algo velho’. A nossa proposta é trazer para a OAB um trabalho para restaurar, restabelecer a dignidade do advogado e da OAB”, disse o candidato a presidente da chapa, Manoel Caetano Ferreira Filho. “Nós entendemos que a advocacia já teve um papel muito importante na nossa sociedade. A OAB, em épocas não tão distantes, junto com a ABI, com a CNBB, foi fundamental para redemocratização do país. O nosso trabalho é esse de levantar a autoestima do advogado e recolocar a OAB na posição que ela merece na nossa sociedade. O princípio fundamental é: dignidade do advogado e elevar a autoestima dos advogados”, afirmou o candidato.

Reportagem: Pedro Lima.

Com informações da Ordem dos Advogados no Paraná.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.