O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) afirmou em entrevista ao jornal O Globo, publicada neste domingo (14), que o governo de Jair Bolsonaro (PSL-RJ) “não tem uma preocupação, uma palavra para o pobre brasileiro”.

“O que me preocupa é o governo não ter uma agenda. No final do ano o projeto do Betinho voltou a ter que dar alimentos para as pessoas e o governo depois de seis meses não tem uma preocupação, uma palavra para o pobre brasileiro. Isso que me preocupa. Se eu estiver fazendo a reforma da Previdência e o governo conseguir se organizar para reduzir a pobreza e o desemprego, este é o meu papel. Não é o quanto pior, melhor.”

Maia disse ainda querer que o governo dê certo. “Demos uma demonstração disso, e esperamos que eles possam olhar para os brasileiros mais pobres.

O presidente Bolsonaro sempre representou corporações, que têm estabilidade no emprego. Esse é um eleitor que não passa fome, não fica desempregado”, disse. O presidente da Câmara lembrou ainda que quando vai em uma comunidade, “saímos de lá com 30 currículos, porque o desemprego só aumenta no Brasil nos últimos cinco anos. É para essa parte da sociedade que a gente está querendo falar”, encerrou.

Reportagem: Revista Fórum.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.