A deputada Tabata Amaral (PDT-SP) decidiu mexer na estrutura de seu gabinete. Duas funcionárias que haviam sido contratadas após processo seletivo foram dispensadas pela coordenadora do mandato, Laiz Soares, no estacionamento do anexo 4 da Câmara. As cenas foram presenciadas por servidores da Casa.

Segundo o Painel apurou, Tabata mexeu na assessoria parlamentar e de comunicação. A ideia é imprimir ritmo mais frenético de divulgação de aspectos não só políticos, mas também pessoais da rotina e do passado da deputada.

Reportagem da Folha de SP, por meio do site DCM.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.