O ministro da Justiça, Sergio Moro, avisou Jair Bolsonaro com antecedência sobre a ação da Polícia Federal que teve como alvo o presidente do PSL, Luciano Bivar, realizada na manhã desta terça-feira (15). As informações são do jornalista Ricardo Noblat, em seu blog na revista Veja nesta quarta-feira (16).

Segundo o jornalista, Moro segue a determinação de Bolsonaro de antecipar toda ação realizada pela PF, que antes comunicava os ministros da Justiça apenas uma hora antes de ir às ruas.

Na manhã desta terça, a PF cumpriu mandados de busca e apreensão na casa de Bivar, no Recife (PE), em uma investigação sobre o esquema das candidaturas de laranjas dentro do partido.

A ação aprofundou a crise no partido, que foi instaurada após Bolsonaro criticar abertamente Bivar. Em nota, o escritório do advogado Ademar Rigueira, que representa Bivar, disse considerar estranha a operação.

“A busca é uma inversão da lógica da investigação, vista com muita estranheza pelo escritório, principalmente por se estar vivenciando um momento de turbulência política”, afirmou, em nota.

Reportagem do site Revista Fórum.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.