A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP), após receber várias mensagens de repúdio, resolveu se manifestar contra a homenagem ao ditador chileno Augusto Pinochet. O evento foi planejado pelo seu correligionário, o deputado Frederico D’Ávila, para acontecer no dia 10 de dezembro, na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Sem dizer o nome de Pinochet, Janaina se limitou a afirmar, através da sua conta do Twitter, na manhã desta quinta-feira (21), que repudia “proposta de homenagear um ditador na Alesp”. Ela informa ainda “que sempre fui contrária a totalitarismos, sejam de direita, sejam de esquerda, civis ou militares”.

No final, a deputada afirma que apoia “a decisão do Presidente da Alesp, cancelando o evento”.

“Haja vista muitas mensagens recebidas, repudiando proposta de homenagear um ditador na Alesp, informo que sempre fui contrária a totalitarismos, sejam de direita, sejam de esquerda, civis ou militares. Por conseguinte, apoio a decisão do Presidente da Alesp, cancelando o evento.”

Revista Fórum.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.