A Justiça Eleitoral do Paraná emite um alerta para o eleitorado paranaense: não deixe para a última semana a regularização da situação eleitoral ou emissão do primeiro título. Quem comparecer neste momento a qualquer fórum eleitoral do Estado será atendido em poucos minutos. Próximo ao final do prazo (6 de maio), no entanto, mesmo com a ampliação do número de guichês e servidores disponíveis, o eleitor pode ter que esperar algumas horas na fila para receber atendimento devido ao grande número de pessoas que procuram a Justiça Eleitoral ao mesmo tempo no período.

No Paraná, devido ao Título Fácil, programa lançado em dezembro de 2019, o eleitor pode resolver pendências e realizar alistamento no Fórum Eleitoral mais próximo, sem necessidade de comparecer àquele que corresponde ao seu domicílio eleitoral. Se o eleitor mora e vota em Curitiba, mas trabalha em Pinhais, ele pode ser atendido no Fórum Eleitoral de Pinhais para mudar a escola onde vota em Curitiba, por exemplo.

Além disso, se o eleitor deixou de votar ou justificar em algum pleito, ele pode verificar a situação eleitoral no site do TRE-PR e, se o título estiver regular e houver multa pendente, imprimir a guia correspondente, pagar em uma instituição financeira e enviar o comprovante de pagamento por e-mail para a sua zona eleitoral, sem necessidade de comparecer pessoalmente ao cartório eleitoral.

Filas

No final de prazo em 2018, foi registrada uma média diária de 3 mil atendimentos em Curitiba. Em seguida, as cidades que registraram os maiores movimentos foram Londrina e Maringá, com cerca de mil atendimentos diários cada uma. Cascavel, Ponta Grossa e Foz do Iguaçu também apresentaram grande fluxo de pessoas próximo ao final do prazo, com aproximadamente 800 atendimentos por dia.

ASCOM – TRE-PR.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *