Poucos dias após a demissão de Gustavo Bebianno, a revista Veja afirmou que o ex-ministro teria deixado carta para ser aberta caso sofresse um atentado.

“Se algo acontecer comigo, abram”, disse o ex-ministro, segundo a publicação.

Bebianno nega a carta, mas a Veja mantém a informação.

A paz está selada, mas Gustavo Bebianno é um homem prevenido. Com medo das ameaças que recebeu, ele escreveu cartas para duas pessoas com os nomes de quem estaria interessado em lhe causar algum mal. “Se algo acontecer comigo, abram”.

Essa nota da Veja se soma ao vazamento de uma capa da revista IstoÉ, publicado pela Fórum em fevereiro de 2019, mostrando supostos segredos de Bebianno.

Revidando em triplo – conforme prometido – os dias de fritura que passou até sua exoneração definitiva, na última terça-feira (19), o ex-secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebianno (PSL), estampa a capa da revista Isto é que chega às bancas neste fim de semana, sobre a manchete: A queda do homem que sabia demais.

Na capa vazada na noite desta quinta-feira (21), a revista diz que obteve “o conteúdo das principais bombas que o ex-ministro Gustavo Bebianno ainda pode detonar”.

Revista Fórum.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *