O ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), teceu duras críticas a Jair Bolsonaro, em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, nesta segunda-feira (16), pelo fato do presidente, que tem suspeitas de estar com coronavírus, ter participado dos atos em sua defesa e pelo fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF).

“O presidente da República, de um país imenso, faz de conta que isso [coronavírus] não é assim, e na contramão daquilo que a ciência faz, desautoriza sua própria estrutura, o Ministério da Saúde, e vai confraternizar com populares e incitados pela estupidez golpista”, disse o ex-governador, que participou do programa via vídeoconferência, já que está apresentando sintomas do coronavírus.

“Nós temos um irresponsável na presidência, despreparado, incitando a população contra as instituições”, completou.

As manifestações incentivadas por Bolsonaro, além de pedirem o fechamento do Congresso e STF, continham muitos pedidos de intervenção militar e de um novo AI-5. Para Ciro, a postura do presidente se dá porque ele estaria “vendo o chão cair abaixo dos seus pés”.

“Tu, Bolsonaro, se mete com os generais de pijama para ver como vamos te encarar”, disparou.

Defesa de Cid Gomes

O pedetista, quando perguntado pelos jornalistas sobre o assunto, saiu em defesa de seu irmão Cid Gomes com relação ao episódio em que ele avançou com uma retroescavadeira contra policiais amotinados e foi baleado, no mês passado, em Sobral (CE).

“Se eu estivesse lá tomaria a arma de algum dos policiais e enfiaria em algum lugar”, disse o ex-governador.

Revista Fórum.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *