O primeiro pedido de Impeachment apresentado contra o presidente Bolsonaro é de autoria do deputado distrital Leandro Grass (Rede-DF).

Dentre as justificativas estão os ataques do chefe do Executivo contra a imprensa, aos poderes e o recente endosso do presidente para que acontecessem, a despeito das orientações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS), as manifestações do último domingo (15).

Bolsonaro, que deveria estar de quarentena por ainda ter a possibilidade de estar com coronavírus, compareceu a uma delas, e, ao lado de cartazes contra o Legislativo e o Judiciário, tirou fotos com os manifestantes e pegou nas mãos deles, contrariando orientações do Ministério da Saúde.

Além dos frequentes ataques que Bolsonaro faz a imprensa, o autor cita também “o envolvimento da família do Presidente com milícias do Estado do Rio de Janeiro, inclusive tendo exaltado policiais que hoje são condenados pela Justiça. Ademais, o Presidente jamais explicou os empréstimos de Fabrício Queiroz à sua esposa, nem mesmo as denúncias de servidores fantasmas, enquanto era Deputado Federal”.

Cabe agora ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) acatar ou não o pedido. Caso ele seja aceito, começa a tramitar. Outros pedidos como esse devem ser protocolados nos próximos dias.

Do site Esmael Morais.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *