O Twitter apagou, na noite deste domingo (29), duas postagens feitas pelo presidente Bolsonaro e disse que os tuítes violavam as regras de uso da rede.

Os posts continham vídeos do “tour” que o presidente fez neste domingo no DF, indo contra as recomendações de seu Ministro da Saúde, da OMS e de todo o resto do mundo, que orienta as pessoas a ficarem em casa como medida de enfrentamento ao coronavírus. Nos vídeos, Bolsonaro insistiu em citar o uso de cloroquina como tratamento ao coronavírus e falava de isolamento social.

A empresa já havia apagado tuítes de Ricardo Salles e FlávioBolsonaro que descontextualizavam um vídeo antigo de Dráuzio Varella falando sobre a pandemia do coronavírus.​

O Twitter enviou seu posicionamento por meio de uma nota à Folha de São Paulo: “O Twitter anunciou recentemente em todo o mundo a expansão de suas regras para abranger conteúdos que forem eventualmente contra informações de saúde pública orientadas por fontes oficiais e possam colocar as pessoas em maior risco de transmitir COVID-19. O detalhamento da ampliação da nossa abordagem está disponível em nosso blog”.

Foi a primeira vez que o Twitter apagou postagens de um chefe de estado.

Revista Fórum.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *