O ministro da Justiça, Sergio Moro, quebrou o silêncio sobre o embate em torno da pandemia de coronavírus no país e disse que “a responsabilidade de orientar sobre Covid-19 é do Ministério da Saúde”.

Com tal declaração, feita à CNN Brasil, o ex-juiz se posiciona a favor do isolamento domiciliar, enquanto o presidente Jair Bolsonaro tem orientado o retorno ao trabalho. Moro opinou dizendo que ainda é necessário “esperar” para verificar a concretização do fim da quarentena no país.

Para o ministro, a população não deve antecipar o caos, pois o mesmo não vai ocorrer. “Nós precisamos ter em mente que, no final, tudo vai dar certo”, disse.

“Esses problemas vão ser superados, porque a epidemia ameaça não só a saúde, mas também a economia, e isso é a principal preocupação do presidente, a questão dos empregos, mas também da vida. Então essas questões precisam ser conciliadas e o isolamento tem que ocorrer da medida que for necessário”, continuou.

Questionado sobre o passeio de Bolsonaro no Distrito Federal, atitude que quebrou protocolos das autoridades de saúde sobre a contenção da pandemia, ministro se esquivou e disse que não cabe a ele fazer avaliações. “O presidente tem uma preocupação extremamente válida com a questão dos empregos. É necessário conciliar isso com as igualmente necessárias medidas de controle da epidemia”, finalizou.

Revista Fórum.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *