O presidente Jair Bolsonaro decidiu, nesta segunda-feira (14), que o general Eduardo Pazuello não terá mais o status de “interino” em seu governo e vai se tornar Ministro da Saúde efetivo. O militar chegou ao posto em maio após a demissão de Nelson Teich.

Segundo informações da Folha de S. Paulo, Pazuello estaria resistente à nomeação como efetivo, mas foi convencido por Bolsonaro. Uma cerimônia de posse deve ser realizada na quarta-feira (16). Convites já estariam sendo distribuídos entre ministros.

Reportagem: Lucas Rocha, da Revista Fórum.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.