17: é o número total de candidatos a Prefeitura de Curitiba. É o maior número desde a redemocratização do país, em 1988. A última vez que a capital teve maior quantidade de candidatos foi nas eleições municipais de 2004, com 14, onde o vencedor foi o Beto Richa (PSDB) em segundo turno.

Para se ter uma ideia, em 2016, eram 9 candidatos disputando as duas cadeiras no executivo curitibano. O pleito deste ano contará também com a maioria de chapas puras, onde não existe coligações: 13. Saiba quem sãos os candidatos confirmados e suas respectivas legendas:

1 – Rafael Greca (DEM) e Eduardo Pimentel (PSD);

2 – Renato Mocellin (PV) e Drª Soraya Dill Pozo (PV) (chapa pura);

3 – Christiane Yared (PL) e Jilcy Rink (PL);

4 – Goura (PDT) e Ana Moro (PDT) (chapa pura);

5 – João Guilherme (Novo) e Geovana Conti (Novo) (chapa pura);

6 – Caroline Arns (Podemos) e Rolf Koerner Júnior (Podemos) (chapa pura);

7 – Letícia Lanz (PSOL) e Giana De Marco (PSOL) (chapa pura);

8 – Fernando Francischini (PSL); sem vice-prefeito ainda;

9 – Marisa Lobo (Avante) e Romulo Quenehen (Avante) (chapa pura);

10 – Samara Garrati (PSTU) e Samuel Mattos (PSTU) (chapa pura);

11 – Camila Lanes (PCdoB) e Doutor Zequinha (PCdoB) (chapa pura);

12 – Eloy Casagrande (REDE) e Michel Urânia (REDE) (chapa pura);

13 – Fabiano dos Santos (PMB) e Sarai Agibert (PMB) (chapa pura);

14 – Paulo Opuska (PT) e Pedro Filipe (PT) (chapa pura);

15 – Diogo Furtado (PCO) e Feris Boibaid (PCO) (chapa pura);

16 – João Arruda (MDB); sem vice-prefeito ainda;

17 – Zé Boni (PTC) e Valdo Peres (PTC) (chapa pura);

É sabido também que houve maiores desistências durante a pré-candidatura: Luciano Ducci (PSB) – legenda apoiará Greca; Gustavo Fruet (PDT) por falta de verba desistiu, más foi substituído às pressas pelo deputado estadual Goura; Luizão Gourlart (Republicanos) por uma aliança do partido com o Governo do Estado precisou sair, já que a legenda apoiará Greca; e Ney Leprevost (PSD) que assumirá a SEJUF novamente após o convite do governador do Paraná, Ratinho Junior, e que posteriormente ele deverá apoiar Rafael Greca.

A propaganda partidária começa no próximo dia 27 de setembro.

Reportagem: Pedro Lima. 

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.