De acordo com o portal Bem Paraná e Metrópoles o deputado federal Diego Garcia (Podemos-PR) assinou um projeto de decreto legislativo que invalidaria a resolução da Anvisa – que aprovou o uso da vacina da Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos. Governista raiz e ferrenho apoiador do presidente Jair Bolsonaro, Garcia tem a companhia de Bia Kicis (PSL-DF), Chris Tonietto (PSL-RJ), General Girão (PSL-RN), Junio Amaral (PSL-MG) e Dr. Luiz Ovando (PSL-MS).

Garcia utiliza o seu espaço no Twitter para criticar as vacinas contra a Covid-19 em crianças. O projeto de decreto legislativo deve ser discutido apenas em fevereiro, quando ocorre o fim do recesso parlamentar na Câmara. Lembrando que o deputado é crítico ao ex-ministro da Justiça Sergio Moro, seu colega de partido. Ao contrário de Garcia, Moro ressaltou a importância da vacinação nas crianças.

Ministério da Saúde recomenda vacina da Covid-19 em crianças

O Ministério da Saúde publicou uma nota em seu site recomendando a vacina em crianças. De acordo com o documento publicado pela Pasta, que está em consulta pública até 2 de janeiro, a imunização do público de 5 a 11 anos deverá ser realizada com a autorização dos pais ou responsáveis e com a prescrição médica.

Assim como aconteceu em outras faixas etárias, a vacinação de crianças deverá priorizar grupos com deficiência permanente ou comorbidades, além de crianças que vivam no lar com pessoas com alto risco de evolução grave de Covid-19. Nas crianças sem comorbidades será realizada a imunização por faixa etária:

De 10 a 11 anos;

De 8 a 9 anos;

De 6 a 7 anos;

De 5 anos.

As recomendações foram colocadas em consulta pública com o objetivo de dar transparência e abrir diálogo no processo de ampliação da campanha de vacinação contra a Covid-19. Acesse a consulta pública aqui. A consulta pública é parte de uma estratégia do ministério, que também contará com uma audiência pública para debate com especialistas em imunização. A recomendação final da Pasta deve acontecer em 5 de janeiro.

Secretaria da Saúde do PR reforça e recomenda vacina da Covid-19 em crianças


O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, reforçou na manhã desta segunda-feira (27), em diversos veículos da imprensa, a necessidade da oferta da vacina contra a Covid-19, para crianças com idades de 5 a 11 anos, como estratégia para garantir maior segurança, controle da pandemia e imunização para a população.

“O Paraná foi um dos primeiros estados a pedir a vacinação pediátrica para o combate à pandemia. Reforçamos a importância do diálogo com o Governo Federal e o Ministério da Saúde com respeito. A orientação do governador Ratinho Junior é a vacinação universal e ostensiva, aliada à segurança sanitária para todos os paranaenses.”

Durante a agenda, o secretário também defendeu a atenção aos cuidados epidemiológicos com a chegada do fim de ano. Mesmo com um grande avanço no enfrentamento à pandemia, sobretudo com a adesão da população à vacinação, a validade em seguir as medidas de proteção, como a higienização e o uso de máscaras, segue afirmativa e com destaque redobrado no período comemorativo.

“Sem dúvidas, estamos vencendo a luta contra a Covid-19. No entanto, essa batalha continua e devemos usar de todas as ferramentas que dispomos. Ainda não temos casos confirmados da variante Ômicron em nosso estado, mas com a chegada do fim de ano, devemos redobrar a atenção. As medidas sanitárias e, principalmente, a vacinação, seguem como nossas principais aliadas nessa luta de responsabilização social” afirmou.

Reportagem: Pedro Lima, com informações do Bem Paraná, Ministério da Saúde e Agência Estadual de Notícias.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.