As Forças Armadas da Ucrânia se preparam nesta segunda-feira (11) para uma nova ofensiva russa. Novas explosões abalaram cidades no sul e no leste.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, segue em campanha por mais apoio das potências ocidentais, alertando que esta semana será importante e tensa.

“As tropas russas se moverão para operações ainda maiores no leste do país, com mais mísseis contra nós, ainda mais bombardeios aéreos. Mas estamos nos preparando para suas ações. Nós responderemos.”

As forças russas continuam sua ofensiva para estabelecer o controle total sobre a cidade de Mariupol, no sul, buscando invadir uma usina de ferro e aço e o porto marítimo.

Uma série de explosões poderosas foram ouvidas na cidade de Kharkiv, no nordeste da Ucrânia, e em Mykolaiv, perto do Mar Negro, no sul do país, informou a mídia ucraniana no domingo.

Mais cedo, mísseis destruíram o aeroporto da cidade de Dnipro, disse Valentyn Reznichenko, governador da região central de Dnipropetrovsk.

O Ministério da Defesa da Rússia disse que mísseis de alta precisão destruíram a sede do batalhão ucraniano Dnipro na cidade de Zvonetsky. 

Zelensky reovou o apelo às potências ocidentais para fornecer mais ajuda em armas e punir Moscou com sanções mais duras, incluindo embargos às suas exportações de energia.

O conselheiro de segurança nacional dos EUA, Jake Sullivan, disse à ABC News: “Vamos dar à Ucrânia as armas necessárias para derrotar os russos e impedi-los de tomar mais cidades e vilas”.

Agência Brasil.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.