Em protesto contra a reforma da Previdência e as reformas trabalhistas apresentadas pelo governo federal, várias categorias importantes para o dia a dia da população, entrarão em greve na quarta-feira, dia 15 de março.
Entre elas estão os motoristas e cobradores da rede pública de transportes, funcionários da saúde, metalúrgicos e professores municipais e estaduais que vão parar por tempo indeterminado.
Na manhã do dia da paralisação (15/03), todos devem se reunir para um ato de protesto na praça Santos Andrade, a partir das 9h.

Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.