A sexta-feira (28/04) de greve começou e motoristas e cobradores de ônibus junto com outras categorias reforçam a paralisação geral.
Na Avenida das Torres, metalúrgicos, motoristas e cobradores bloquearam a via queimando pneus e liberaram por volta das 8h30. O mesmo ocorreu na BR-277, onde trabalhadores protestaram na frente da Renault e foram liberando cada pista por volta das 10h30.
O sindicato dos trabalhadores da limpeza pública e coleta de lixo em Curitiba confirmou adesão total da categoria. A greve vai durar 24 horas e o impacto deve ficar mais evidente a partir da noite, com o acúmulo de lixo nas ruas.
A Secretaria Municipal da Educação informou que 113 das 391 unidades municipais fazem atendimento normal na manhã desta sexta-feira. O sindicato dos servidores do magistério municipal ainda não divulgou levantamento sobre a adesão à greve geral.
Manifestantes de vários sindicatos reuniram-se no Centro Cívico e começaram a caminhada saindo da Praça Nossa Senhora de Salete sentido Praça Tiradentes. Segundo estimativas da Polícia Militar, cerca de 5 mil pessoas participam neste momento de protesto no Centro Cívico.

Foto: Jonathan Campos.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.