Nesta segunda-feira (15/05), o juiz Sérgio Moro negou à defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao Ministério Público Federal (MPF) ouvir mais testemunhas na ação penal do caso triplex do Guarujá.
Moro disse que faltou informações na identificação das testemunhas, como nome e endereço e que não há mais necessidade de ouvir mais testemunhas. “Indefiro, portanto, o requerido por deficiência no requerimento e desnecessidade da prova”.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.