Por 46 votos a 19, o Senado conseguiu aprovar nesta terça-feira (04/07) um requerimento de de urgência para a tramitação da reforma trabalhista.
Assim os aliados do Palácio do Planalto conseguem evitar que o texto volte para nova análise das comissões, caso sejam apresentadas sugestões de alterações ao texto, acelerando o processo.
Os governistas queriam votar o projeto ainda nesta semana, mas não conseguiram fechar um acordo com a oposição. A previsão é que a proposta seja analisada pelo plenário na próxima terça-feira (11/07).

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.