Em entrevista aos jornalistas José Trajano, Juca Kfouri e Antero Greco, no Youtube, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou sobre as eleições de 2018 e disse que o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), ‘não é nada’ e que precisa começar a trabalhar pela cidade, avaliou que o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) ‘não tem chance’ para a Presidência da República e indicou que, caso seja impedido de disputar a eleição, o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) pode ser um bom nome.
Lula comentou as decisões recentes do juiz Sérgio Moro, sua condenação e a decisão do magistrado em sequestrar seus bens e bloquear suas contas bancárias. “Eu estou como o técnico do Corinthians, cada jogo é um jogo. Em algum momento vai se fazer justiça”. “Acharam (conta no exterior) do Serra, do Aécio. Por que não acharam a minha? Eles não estão julgando o Lula, estão julgando um jeito de governar”, disse.
Também mencionou o empresário Léo Pinheiro, da OAS, como personagem do qual a força tarefa da Lava Jato tentou de todas as formas obter informações que pudessem incriminá-lo, sem sucesso. “Ele está há dois anos preso. E não tem nada a falar do Lula. O que eles conseguiram? (Que ele dissesse) ‘o Lula sabia’.”

Assista à entrevista

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.