Na manhã desta terça-feira (25/07), integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam fazendas de um amigo do presidente Michel Temer, do ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira, da família do senador Ciro Nogueira (PP-PI) e uma propriedade de empresa Amaggi, da família do ministro da Agricultura, Blairo Maggi.
Segundo o movimento, as ocupações são em defesa da reforma agrária, contra o governo Temer e pelo combate à corrupção.
O membro da coordenação nacional do MST, Alexandre Conceição, afirma em comunicado que “estamos lutando pela desapropriação de terras para assentar mais de 130 mil famílias e nela produzir alimento saudável na agroecologia e gerar empregos no campo”.

Foto: Alan Schneider

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.