Osmar Dias (PDT) se mostrou bastante decepcionado com o partido em que é filiado há mais de quinze anos. Em seu Facebook, Osmar disse que não concorda com a posição adotada pela cúpula do partido, “que apoia a Assembleia Constituinte convocada pelo presidente da Venezuela, Nicolas Maduro”.
Com a evidente insatisfação, é possível que Osmar se desvincule do PDT e siga para o novo partido Podemos, onde Álvaro será lançado como presidente para as eleições de 2018.

Leia a nota na íntegra:

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.