Acusados de abandono de plantão e desídia (negligência), a prefeitura de Curitiba abriu um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra 25 enfermeiros da Fundação Estatal de Assistência Especializada em Saúde de Curitiba (Feaes) que entraram em greve em julho.
Segundo a publicação da PAD no Diário Oficial o processo deve ser concluído em 60 dias.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.