Na semana do feriado de 7 de Setembro, com previsão de votação de uma proposta que muda a Constituição, apenas sete deputados federais, dos 513, estavam presentes na Câmara até o meio dia desta segunda-feira (04/09).
Dentre os presentes, Celso Jacob (PMDB-RJ), que estava na Casa porque, se ali não estivesse, estaria preso na penitenciária da Papuda. Ele cumpre pena de 7 anos e dois meses e foi autorizado pela Justiça a permanecer no Congresso Nacional durante o dia.
André Fufuca (PMDB-MA) havia marcado para esta segunda a votação da PEC que acaba com as coligações para disputas proporcionais, como deputados e vereadores, e cria uma cláusula de barreira para desempenho dos partidos. Porém não foi possível iniciar a votação por conta do quorum baixo, pois para aprovar uma PEC são necessários 308 votos.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.