No julgamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR), o ex-diretor da Superintendência de Educação do Paraná (Sude), Maurício Fanini, e os responsáveis pela TS Construção Civil foram condenados a devolver R$ 103,7 mil aos cofres públicos. Dinheiro que se refere ao montante desviado das obras de ampliação do Colégio Estadual Dirce Celestino do Amaral, na Cidade Industrial de Curitiba.
O tribunal concluiu que o grupo agiu em conluio para desviar o dinheiro público. Os desvios, de acordo com órgão, foram efetivadas por meio de pagamentos indevidos à construtora, por obras que não foram executadas.
Além de devolver os recursos, os agentes públicos e os responsáveis pela construtora também foram condenados a pagar, cada um, multa de 30% do valor integral a ser devolvido.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.