A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, apresentou dois recibos para comprovar o pagamento de aluguel de um apartamento alvo de investigação da Operação Lava Jato e os mesmos estavam com datas que não existem no calendário. Um deles, consta que a quitação era referente ao aluguel vencido no dia 31 de junho de 2014, e o outro no dia 31 de novembro de 2015.
Os documentos foram apresentados por Lula após questionamentos do juiz Sérgio Moro, que perguntou ao petista se ele tinha alguma comprovação de que tinha feito os pagamentos ao dono do imóvel, Glaucos da Costamarques, parente do pecuarista José Carlos Bumlai.
Segundo a defesa, foi um “erro material” que não tem relevância no conjunto probatório.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.