Em um café, na manhã desta quinta-feira (09/11) com líderes governistas, ministros e o presidente Michel Temer; o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sinalizou que, sem resolver os problemas da base aliada, que pressiona por uma reforma ministerial, não há chance de aprovar a reforma da Previdência.
“Nós temos um problema político, sem resolver o problema político, nada vai andar”, afirmou o presidente da Câmara dos Deputados.
Maia vem dizendo que esta é a última chance do governo aprovar a reforma, e isso só será possível se melhorar o discurso de que a reforma é para acabar com privilégios e resolver a questão política.
Para isso, o governo aceitou reduzir a reforma a praticamente dois pontos: idade mínima e sistema único de previdência, o mesmo para servidores e trabalhadores da iniciativa privada.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.