O ministro do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) Herman Benjamin determinou o envio do processo criminal da Operação Quadro Negro para o Supremo Tribunal Federal (STF), na quarta-feira (08/11).
A operação investiga um esquema ilegal para liberar recursos que deveriam ser aplicados na reforma e na construção de escolas públicas. De acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), o dinheiro era liberado a partir de falsos relatórios. O prejuízo ao erário é estimado em R$ 20 milhões.
Conforme a decisão, os autos seguem para o ministro Luiz Fux, responsável pela operação no STF, para que ele decida “sobre todas as questões de repartição ou conexão dos feitos concernentes à Operação Quadro Negro”.
Isso significa que Fux vai definir se todos os envolvidos vão ficar em um mesmo processo e por qual tribunal cada um deles será investigado.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.