O secretário da Segurança Pública, Wagner Mesquita, começa a se preocupar com a insatisfação que pesa contra ele nas Polícias Militar e Civil, que têm reclamado desde a demora em resolver a questão dos coletes balísticos vencidos até a escolha de viaturas inadequadas para o serviço policial, a despreocupação com promoções, a falta de armamentos, a exorbitante superlotação das cadeias de delegacias.
Diante das críticas que vem recebendo, o secretário começa agora a mostrar disposição para o diálogo e pediu para se reunir com o comando da Polícia Militar na tentativa de se explicar e tentar se segurar na cadeira. Foi marcado encontro para terça-feira (16/01) na sede da Academia Militar do Guatupê, onde pretende se retratar.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.