Foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro, o ex-ministro Antonio Palocci (PT), a 12 anos, 2 meses e 20 dias de reclusão e a pagar R$ 1.546.000,00 em multa pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo da operação Lava Jato. O juiz entendeu que ele negociou propinas com a Odebrecht, que foi beneficiada em contratos com a Petrobras.
Moro proibiu Palocci de exercer cargo ou função pública pelo dobro do tempo da pena, além do bloqueio de US$ 10,2 milhões das contas do ex-ministro e da empresa dele.
A sentença foi dada nesta segunda-feira (26/06) e outros 12 réus também foram condenados. Entre eles, está Marcelo Odebrecht, ex-presidente do Grupo Odebrecht.

Foto: Albari Rosa

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.