O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou soltar Marcelo Rzezinski, preso em maio, suspeito de operar esquema de evasão de divisas e lavagem de dinheiro no Rio de Janeiro.
Rzezinski foi denunciado com mais de 60 doleiros no início deste mês no âmbito da Operação Câmbio Desligo, um desdobramento da Lava Jato no Rio.
O grupo é acusado de formar uma organização criminosa, que, segundo as investigações, transferia valores irregularmente para fora do país em atendimento a políticos, tendo como clientes o ex-governador Sérgio Cabral e outros políticos do MDB.
Na decisão de soltar Marcelo Rzezinski, proferida na última sexta (22/06), o ministro Gilmar Mendes considerou não haver “elementos concretos” que indiquem possibilidade de cometimento de novos crimes ou de fuga, que justificariam a prisão preventiva.
Gilmar Mendes, porém, aplicou medidas restritivas ao doleiro: mandou recolher o passaporte e o proibiu de ter contato com outros investigados no caso.

Fonte: G1

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.