Terça-feira, dia 06 de junho, um pedido de vista feito pelo desembargador Victor Luiz dos Santos Laus, adiou o resultado do julgamento do ex-diretor de serviços da Petrobras Renato de Souza Duque, do ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) João Vaccari Neto, dos empresários Adir Assad e Sônia Mariza Branco, e do economista Dario Teixeira Alves Júnior, condenados por crimes investigados na Operação Lava Jato.

Nesta quarta-feira (07/06), o juiz federal Sérgio Moro ouviu três testemunhas de acusação no processo que tem o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como réu por ter recebido como propina um terreno onde seria construída a nova sede do Instituto Lula e um imóvel vizinho ao apartamento do petista, em São Bernardo do Campo (SP).

O senador Jader Barbalho (PMDB-PA) prestou depoimento ao juiz Sérgio Moro como testemunha de defesa em uma ação penal da Lava Jato que envolve os lobistas Jorge Luz e o filho dele Bruno Luz na manhã desta quinta-feira (08/06), e disse que nunca indicou ninguém para a Petrobras.

O Ministério Público Federal (MPF) levou à Justiça Federal, uma denúncia de seis pessoas pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa, referente à 40ª fase da Operação Lava jato, que foi deflagrada no dia 4 de maio.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.