Foi cassado o diploma da prefeita de Agudos do Sul, Luciane Maira Teixeira e de seu vice Manir Araújo Munhoz, o Maninho da Lanchonete Copacabana, na ultima sexta-feira (14/07) pelo juiz Thiago de Oliveira, da Comarca de Fazenda Rio Grande.
Na véspera das eleições municipais de 2016, a atual prefeita e seu vice foram flagrados por policiais militares comprando votos. Na decisão, o magistrado entendeu que os réus cometeram crime eleitoral ao “doar” vales combustíveis para dezenas de eleitores.
A partir da notificação, Luciane Teixeira e Manir tem o prazo de 15 dias, para recorrer da sentença. Ela pode permanecer no cargo, mesmo com a sentença ou ser cassada. Se ela tiver que deixar da prefeitura, quem assume o cargo de prefeito é o presidente da Câmara, Jessé Zoellner.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.