A líder do PSB na Câmara, deputada Tereza Cristina (MS), teria orientado os membros de seu partido a votarem contra Temer na sessão da Câmara nesta quarta-feira (02/08). Mas ela própria votou a favor do presidente, abrindo um confronto na bancada do partido, inclusive com pedido para que ela seja destituída da liderança.
Em carta enviada à líder da sigla na véspera da votação, o presidente do PSB, Carlos Siqueira, cobrou que ela orientasse a bancada a votar contra Temer ou que abrisse mão de falar pelo partido durante a sessão.
A deputada optou por orientar a bancada como o partido havia determinado, mesmo que o voto individual dela fosse diferente. Na votação da denúncia, o PSB teve 22 votos a favor do prosseguimento do processo, 11 contrários e duas abstenções.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.