Dos 38 vereadores de Curitiba, oito estão sob investigação da promotoria de Proteção ao Patrimônio Público do Ministério Público (MP) do Paraná. Entre os crimes investigados estão a retenção de parte do salário dos assessores, o emprego de funcionários fantasmas e também investigações relativas a evolução patrimonial de parlamentares.
Apesar do sigilo das invertigações, quatro dos oito investigados já são conhecidos. Katia Ditrich (SD), Rogério Campos (PSC), Geovane Fernandes (PTB) e Thiago Ferro (PSDB) estão sendo investigados pelo MP sobre possível crime de apropriação dos salários de servidores comissionados.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.