O secretário de Finanças, Vitor Puppi, avisou os vereadores que em breve a prefeitura reenviaria ao Legislativo os projetos de aumento na alíquota do ITBI e as mudanças na cobrança do ISS.
As propostas estavam originalmente previstas no pacote de ajuste fiscal que chegou à Câmara em março, mas foram retiradas pela prefeitura depois da pressão de diversas entidades.
Em agosto, o prefeito Rafael Greca (PMN) havia avisado, que os projetos seriam reformulados por sua equipe e voltariam à Câmara para análise dos parlamentares. Ainda assim, o anúncio de Puppi desagradou os vereadores da base aliada. O principal motivo da reação é que os vereadores aguardam a chegada, já nos próximos dias, de um projeto do Executivo que vai reformular o Instituto Curitiba de Saúde, que é o plano de saúde dos servidores municipais.
A queixa é por motivo de que as alterações no Instituto Curitiba de Saúde deveriam ter sido enviadas junto com os outros projetos do ajuste fiscal. Pois na visão dos parlamentares, os projetos enviados separadamente prorrogam a forte pressão que os servidores municipais vêm exercendo sobre os vereadores que apoiam Greca.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.