O líder do prefeito na Câmara, Pier Petruzziello (PTB) e o vereador Cristiano Santos (PV), retiraram seus nomes do grupo de 16 parlamentares que fizeram um pedido à Câmara de Curitiba para receberem o pagamento do 13º salário retroativo aos anos de 2013 a 2016.
Inicialmente, os dois parlamentares assinaram um requerimento administrativo feito ao presidente da Câmara de Curitiba, Serginho do Posto (PSDB), argumentando que a Câmara aprovou uma lei em 2012 que previa o recebimento do benefício pelos parlamentares. Esse pagamento só não foi feito porque em dezembro de 2013 o Tribunal de Contas do Estado (TCE) suspendeu cautelarmente os efeitos da lei.
O vereador Pier Petruzziello confirmou que desistiu de pleitear o pagamento retroativo, mas preferiu não comentar os motivos que o levaram a tomar decisão.
Já Cristiano Santos, afirmou que depois de refletir sobre o assunto, achou melhor desistir do pedido.
Assim, o grupo que pretende receber o pagamento retroativo conta com 11 vereadores e três ex-vereadores.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.