O secretário-geral do PDT, Adalberto Grein, afirmou que Osmar Dias não deixará o partido.
Ele comentou que a nota que Osmar publicou em seu Facebook, criticando o apoio à Assembleia Constituinte na Venezuela foi apenas uma posição pública para expor sua opinião sobre o que está acontecendo na Venezuela. “O Osmar entende que não há mais espaço para a tirania e quis deixar isso bem claro”, disse.
De acordo com Grein, no início deste ano, durante reunião do Diretório Nacional, Osmar Dias e Ciro Gomes conversaram sobre o apoio à presidência. “O Osmar deixou bem claro que caso Álvaro Dias seja candidato à presidência ele trabalhará pelo irmão. Eles [Osmar e Alvaro] sempre colocaram as questões familiares acima da política e o Ciro entendeu e aceitou essa condição”.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.