O ex-prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira Pereira (PSB), está entre as 14 pessoas conduzidas coercitivamente na manhã desta quarta-feira (24/08) durante a deflagração da 7ª fase da Operação Pecúlio.
De acordo com o delegado Sérgio Marciel Ueda, o ex-prefeito teria conhecimento sobre o pagamento irregular realizado com dinheiro público. “Não apenas sabia como solicitava alguns repasses a serem feitos fora da remuneração de servidores municipais”, disse.
Pessoas sem vínculo com a administração municipal também foram beneficiadas no esquema, ainda de acordo com as investigações. As irregularidades aconteceram em 2014 e 2015.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.