Nesta quinta-feira (09/11) o senador Aécio Neves reassumiu a presidência do PSDB, afastando, assim, o senador Tasso Jereissati, que estava comandando a sigla interinamente.
Porém, segundo a assessoria de Aécio, o senador decidiu não ficar no posto e indicou o ex-governador de São Paulo, Alberto Goldman, para a presidência interina do partido.
Aécio e Tasso tiveram uma conversa no começo da tarde, onde Aécio pediu que o colega entregasse o cargo, mas Tasso disse que preferia que a decisão partisse do próprio Aécio.
Daqui um mês o PSDB fara uma reunião para eleger o novo comando do PSDB. E nesta quarta (08/11), Tasso se lançou candidato à presidência do partido, com um discurso forte de combate à corrupção, reconhecimento de erros e anunciando a adoção de regras para filiados.
A candidatura de Tasso se opõe à do governador de Goiás, Marconi Perillo, que é apoiado pelo grupo de Aécio.

guazelli

Todos Posts

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.